Calendário provisório do programa

Calendário provisório do programa
(sujeito a alterações)

2 a 4 de setembro: Como criar, liderar e manter uma organização inovadora

Este curso tem como objetivo difundir as ideias revolucionárias necessárias para que líderes e executivos possam criar produtos de sucesso e competitivos no futuro. Baseado nos últimos estudos realizados pela Sloan School of Management do MIT, o curso oferece uma série de estratégias para garantir o crescimento das empresas diante de novos mercados, tecnologias e exigências dos clientes.

Os participantes analisarão especificamente:

• táticas para lidar com políticas internas e comportamentos de resistência a mudanças que podem representar uma ameaça a iniciativas inovadoras e a novos projetos em fase de implementação;
• técnicas para a criação de processos inovadores;
• processos para coleta de dados competitivos, antecipação das mudanças tecnológicas e coleta de informações sobre necessidades dos usuários;
• métodos que permitem uma identificação mais rápida das inovações, entre eles o método lead-user (usuário pioneiro) para a descoberta de produtos, serviços e estratégias inovadoras;
• kits de ferramentas de inovação que permitem aos gerentes projetarem seus próprios produtos e serviços adaptados para o público geral.

O curso “Como criar, liderar e manter uma organização inovadora” irá examinar elementos da inovação e salientar as etapas necessárias para você implementar e gerenciar uma cultura de inovação em sua empresa. Orientados por professores seniores do MIT e especialistas reconhecidos na área de implantação de programas corporativos inovadores, os participantes aprenderão sobre as pessoas, equipes e culturas necessárias para garantir o sucesso de uma iniciativa de inovação e os processos que devem adotados para antever mudanças tecnológicas e novas necessidades dos clientes.

O curso, que segue uma estrutura de quatro módulos desenvolvida pelo MIT especificamente para liderar e organizar inovações revolucionárias, mostrará aos participantes como:

• reunir o grupo certo de pessoas e habilidades para gerar ideias inovadoras de forma eficaz;
• desenvolver os processos necessários como suporte ao trabalho dessas pessoas;
• desenvolver culturas que incentivam comportamentos inovadores;
• desenvolver fontes de informações sobre tecnologias e necessidades dos clientes – atuais e futuras;
• apresentar ideias inovadoras para novos produtos e serviços e descobrir novas fontes de inovação;
• tomar decisões ágeis sobre implementação de ideias e escolha de projetos;
• decidir quais são as ideias corretas para investimento e quais novas oportunidades de negócio valem a pena ser seguidas;
• desenvolver provas de conceito para as novas inovações até o valor do produto ou serviço ser reconhecido na empresa.

Docentes

• Ralph Katz, professor sênior de Inovação tecnológica, Empreendedorismo e Gestão estratégica
• Jay Paap, presidente da Paap Associates
• Eric von Hippel, professor T. Wilson (desde 1953) no departamento de Gestão; professor de Gestão de inovação e sistemas de engenharia

4 a 6 de setembro: Como gerenciar profissionais e organizações de áreas técnicas

As metas e os incentivos de profissionais de áreas técnicas são normalmente diferentes dos de outros funcionários, assim como também o são os desafios de gerenciamento desses dois grupos de profissionais. Com base no extenso trabalho de pesquisa e na grande experiência dos docentes e de grandes nomes da indústria em relação ao setor empresarial, este curso abordará estratégias comprovadas, viáveis e inovadoras para maximizar a contribuição de profissionais de áreas técnicas. Como motivar e recompensar profissionais de áreas técnicas para que maximizem seu desempenho? Como criar uma estrutura organizacional que contribua para o sucesso desses profissionais, em vez de inibi-lo? Como lidar com contribuições criativas individuais, equipes de projetos e profissionais inovadores? Empresas criadas e gerenciadas para realizar os mesmos processos repetidamente, por exemplo, as voltadas para a produção, não executam com propriedade processos realizados uma única vez, como na área de Pesquisa e Desenvolvimento. Uma empresa cuja execução dos processos depende sobretudo de conhecimento técnico também tem suas particularidades no que diz respeito a problemas de gestão. 

O curso “Como gerenciar profissionais e organizações de áreas técnicas” está centrado nos pontos cruciais da gestão eficaz de profissionais de áreas técnicas, entre eles contribuições individuais e equipes interfuncionais, e examina como trabalhar de forma eficaz com perfis difíceis e independentes. Os princípios e estratégias apresentados podem ser aplicados a qualquer organização que precise realizar processos de pesquisa, desenvolvimento, engenharia ou avanços tecnológicos na área de informática de maneira ágil, eficaz e bem-sucedida. 

Os participantes irão conhecer princípios e estratégias de suma importância para qualquer organização que tenha como motor principal as áreas de pesquisa e desenvolvimento, engenharia e/ou tecnologias relacionadas à informática. Eles também aprenderão a:

• transferir tecnologia internamente em suas empresas e entre diferentes empresas;
• desenvolver sistemas eficazes de recompensa e incentivo para profissionais de áreas técnicas;
• criar um ambiente de trabalho altamente motivador;
• gerenciar e orientar contribuições criativas individuais;
• maximizar a produtividade técnica e a vitalidade das equipes;
• criar a melhor estrutura física para a manutenção de uma cultura de inovação;
• organizar processos e operações tendo como foco o desenvolvimento inovador de produtos.

Docentes

• Ralph Katz, professor sênior de Inovação tecnológica, Empreendedorismo e Gestão estratégica

8 e 9 de setembro: Marketing estratégico

Este curso tem como objetivo fornecer a executivos e gerentes que não são da área de marketing uma revisão detalhada dos principais conceitos de marketing e estratégia. O curso começa com a pergunta: em quais mercados você deve estar presente? Tão importante quanto identificar os mercados em que você deve entrar é saber quando sair desses mercados, e essa análise também será feita durante o curso. O curso abordará então questões táticas, descrevendo como otimizar decisões sobre produtos, preços, publicidade e distribuição. 

O curso “Marketing estratégico” mostrará aos participantes as abordagens mais eficazes (e de fácil implementação) de utilizar informações sobre os consumidores. Os gerentes de outras áreas aprenderão a linguagem usada no setor para se comunicarem de forma mais eficaz com profissionais das áreas de marketing e estratégia em suas próprias firmas. Os participantes aprenderão a enxergar os problemas de marketing com uma visão analítica que os ajudará a realizar as seguintes tarefas de maneira melhor:

• compreender como e quando contribuir com a estratégia de marketing da empresa;
• coletar dados de consumidores para ajudar no processo de desenvolvimento de produtos;
• comunicar-se de forma mais eficaz com a equipe de marketing;
• prever e saber tirar vantagem de mudanças inesperadas no processo de decisão do consumidor;
• avaliar a atratividade do mercado e selecionar mercados-alvo;
• desenvolver um padrão de análise da estrutura e do gerenciamento dos canais de distribuição;
• entender a complexidade das decisões de preço e como elas são tomadas;
• gerenciar uma campanha publicitária. 

Docentes

• Duncan Simester, professor na Nanyang Technological University; professor de Marketing
• Catherine Tucker, professora Mark Hyman, Jr. no departamento de Desenvolvimento de carreira, professora associada de Marketing

10 e 11 de setembro: Como criar organizações ágeis

Em algumas organizações, os níveis de desempenho – tempo de lançamento, qualidade, segurança, viabilidade de preços, fidelização e tempo de resposta, confiabilidade e adaptabilidade – são tão excepcionais que colocam os concorrentes no chinelo. Qual o “segredo” de tamanho sucesso? Este seleto grupo de organizações são capazes de criar e manter melhorias e inovações tão ágeis, abrangentes e constantes que fazem com elas atinjam níveis de excelência inigualáveis. Este curso apresenta os princípios fundamentais que impulsionam essa agilidade, fornecendo exemplos desses princípios na prática e possibilitando que os participantes testem a aplicação e adaptação desses princípios ao seu próprio contexto. 

O curso “Como criar organizações ágeis” utiliza várias técnicas de ensino, como apresentações, discussões de casos, vídeos com dramatizações e simulações realizadas durante as aulas, priorizando um estilo participativo que maximiza as oportunidades de “aprender na prática”. O material está dividido em módulos temáticos baseados nos quatro princípios fundamentais para o desenvolvimento de habilidades de descoberta em uma organização: modelo de trabalho inteligente, solução criativa de problemas, troca constante de conhecimento e desenvolvimento de habilidades de descoberta nos funcionários. Cada módulo é composto por várias sessões, que demonstram primeiramente o impacto positivo da aplicação bem-sucedida desses princípios e depois fornecem exemplos de resultados negativos apresentados em situações em que a aplicação desses princípios era visivelmente necessária, mas não ocorreu. 

Em várias sessões, os participantes se dividem em pequenos grupos para realizarem exercícios orientados por um moderador, podendo aplicar ativamente as ideias e exemplos apresentados nas aulas a situações específicas e reais. Eles aprendem na prática a: 

• criar uma organização que reúne as estratégias mais conhecidas disponíveis e identifica a necessidade de mais conhecimento para a execução do trabalho;
• solucionar problemas à medida que eles surgem e desenvolver novos conhecimentos para evitar que os problemas se repitam;
• multiplicar o impacto de descobertas locais viabilizando-as sistematicamente a toda a organização;
• liderar uma organização na qual a cultura de descoberta seja continuamente incentivada, apoiada e promovida.

Os participantes devem vir preparados para trabalhar em um importante desafio de sua respectiva organização, pois o curso oferecerá várias oportunidades para eles explorarem seus próprios processos.

Docentes

• Roberto Fernandez, professor William F. Pounds no departamento de Gestão; professor de Estudos organizacionais
Steve Spear, professor senior

  

Observe que o corpo docente da Academia Global para Executivos está sujeito a alterações.

“É um programa excelente. Gostaria que tivesse durado mais algumas semanas.”

Jaber Al Suhaimi

Saudi Aramco
Arábia Saudita

“Embora eu compreenda e leia livros didáticos em inglês, foi importante encontrar uma aula em que eu possa ouvir o conteúdo no meu próprio idioma.”

Carmen Gloria Cárcamo

b2o

Chile

“Não vivemos mais no mesmo país, os EUA não é mais o centro do mundo. Há muitas coisas empolgantes e inovações acontecendo em todo lugar. Vejo o MIT e outras instituições como ele com sendo facilitadores disso e realmente pensando como uma entidade global.”
Karimah Es Sabar
Centro para Desenvolvimento e Pesquisa de Drogas (CDRD)
Canadá

“Se não fosse pela tradução, muitas dessas pessoas não estariam aqui. E acho que a possibilidade de participar com pessoas de outros países tornou o ambiente mais rico.”
Carlos Vanzo
Itau Unibanco
Brasil